Arquivo de julho de 2012

26 de julho de 2012
Vantagens da incumbência

De tudo o que se ouviu da palestra proferida ontem no Instituto FHC pelo economista norte-americano Barry Eichengreen, da Universidade da Califórnia, Berkeley, concluiu-se que “no matter what” – ou seja, aconteça o que acontecer – o dólar se manterá na privilegiada posição hegemônica mundial que tem conseguido sustentar desde a Segunda Guerra Mundial. [ leia mais ]

tags: , ,

26 de julho de 2012
Na berlinda, o espírito financeiro

(publicado em 19/07/2012 no Valor Econômico)

Um certo calafrio chegou a perpassar a espinha diante do depoimento de Sir Mervyn King, governador do Banco da Inglaterra, na terça-feira, à comissão parlamentar do Reino Unido que investiga as fraudes na fixação da “Libor”, a taxa interbancária no mercado europeu para operações referenciadas ao dólar ou a outras moedas de fora da região, e que têm o Barclays Bank como o maior protagonista. [ leia mais ]

26 de julho de 2012
O xadrez do euro

(publicado na edição de 28/06/2012 no Valor Econômico)

O jornal italiano “Corriere della Sera” na edição de sábado trouxe estampada na primeira página uma charge em que aparecem os quatro principais chefes de Estado da zona do euro – Alemanha, Espanha, França e Itália – em trajes de espadachim, sob o título “Os Quatro Mosqueteiros”. O lema que notabilizou os personagens de Alexandre Dumas – “um por todos e todos por um” – não representa, no entanto, a relação que tem predominado no grupo europeu nos últimos meses.

O mais certo seria associá-la ao lema: “um contra todos e todos contra um”,  na medida em que tem se tornado nítida a diferença de posição que separa a chanceler Angela Merkel dos demais parceiros do bloco, algo que ela mesma faz questão de ressaltar, como fez após a reunião dos quatro ocorrida na semana passada, em Roma. [ leia mais ]

tags: , ,